Peças para o próximo leilão

224 Itens encontrados

Página:

  • CHRISTIAN DIOR - Fabuloso e raro isqueiro em prata europeia, com selo da renomada grife francesa Christian Dior, funcionamento desconhecido. Peça para colecionador. Mede 6 x 5 cm. Peso aproximadamente 153 g.
  • ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD (Nova Friburgo, 1896 - Belo Horizonte, 1962) - Magnifica obra em óleo sobre placa de madeira representando natureza morta, protegida por elegante moldura de madeira em ouro velho, assinada no canto inferior direito e verso, datada 1961. Medida total 53 x 48 cm. Medida da obra 40 x 35 cm.
  • Fabulosa escultura em bronze com policromia, representando bailarina, apoiada sobre base de granito. Assinada. Mede 60 cm de altura.
  • ALFREDO VOLPI (Lucca, 1896 - São Paulo, 1988) - Elegante obra em óleo sobre cartão rígido representando paisagem com casario, protegida por imponente moldura de madeira, assinada no canto inferior direito. Medida total 86 x 68 cm. Medida da obra 64 x 45 cm. Acervo familia Mello Leitão.
  • ANTONIO BANDEIRA (1922/1967) - Impressionante obra em óleo sobre cartão tela, de estilo contemporâneo, protegida por moldura de madeira e assinada no canto inferior direito. Datada 1965. Marcas do tempo. Medida total 68 x 48 cm.
  • RUBEM VALENTIM (Salvador 1922 - São Paulo 1991) - Elegante obra em acrílica sobre tela denominada "Emblema" assinada, datada 1987 e localizada Brasilia, no verso. Protegida por moldura de madeira. Mede 50 x 35 cm.
  • MARIE LAURENCIN (Paris, 1883  Paris, 1956) - Rarissima obra em óleo sobre cartão rígido representando retrato de figura feminina com flores no cabelo, protegida por moldura de madeira da época, assinada no canto superior direito, datada 1938. Medida total 54 x 46 cm. Medida da obra 43 x 36 cm. Craquelê do tempo.
  • HENRIQUE CAVALLEIRO (Rio de Janeiro RJ 1892 - Idem 1975) - Magnífica e rara obra em óleo sobre tela de estilo impressionista representando natureza, protegida por paspatur original de época e elegante moldura de madeira entalhada à mão. Obra assinada no canto inferior direito pelo renomado artista brasileiro H. Cavalleiro, premiado no exterior. CIRCA 1935, como consta no verso. Medida total 87 x 67 cm. Medida da obra 65 x 55 cm.BiografiaHenrique Campos Cavalleiro foi pintor, desenhista, caricaturista, ilustrador e professor. Começa estudando desenho e, cedo, faz ilustrações para a revista O Malho. A partir de 1910, na Escola Nacional de Belas Artes (Enba), é aluno de Zeferino da Costa (1840-1915) e Eliseu Visconti (1866-1944) que se torna seu sogro. Ganha o prêmio de viagem ao exterior em 1918, ano em que se matricula na Académie Julian, em Paris, na qual estuda por seis meses. Em seguida, monta ateliê próprio, onde trabalha até o final da estada. Em 1923 e 1924, expõe na Société Nationale des Beaux-Arts e no Salon des Artistes Français. Volta em 1925 e faz uma individual no Rio de Janeiro e outra em São Paulo. As atividades de ilustrador e caricaturista continuam, e ele colabora com os periódicos Fon-Fon, A Manhã, O Teatro, O Jornal, Ilustração Brasileira e O Cruzeiro. Em 1930, retorna a Paris para estudar artes decorativas. A partir de 1938, ocupa, interinamente, a cadeira de arte decorativa na Enba e, mais tarde, torna-se professor de pintura por concurso. Participa da 1ª Bienal de São Paulo, em 1951, e, no ano seguinte, da mostra Um Século de Pintura Brasileira, no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), Rio de Janeiro. Em 1965, recebe o título de professor emérito da Enba. Abre uma retrospectiva no MNBA em 1975, pouco antes de sua morte. É relacionado a diversos movimentos. Segundo o crítico Clarival do Prado Valladares (1918-1983) no texto de apresentação da retrospectiva do MNBA (1975), é preciso demonstrar sua identificação estilística a cada obra1. De fato, o artista produz trabalhos díspares. Em O Vestido Rosa (1921), por exemplo, os tons são róseos e azuis, e a pincelada, impressionista. No projeto de cartaz para o Carnaval do Rio de Janeiro (1935), exposto na retrospectiva, um arlequim com toda a estilização do art déco reina sobre foliões, emoldurados pelos prédios da cidade. Já nas paisagens de Teresópolis, elaboradas desde os anos 1940, ocorre um empastado da tinta em pinceladas tortuosas, próximas do expressionismo e do fauvismo. O pintor divide sua trajetória em duas fases. Diz que, no início, pesquisa o pontilhismo do pintor francês Georges Seurat (1859-1891), como em Balões Venezianos (1912), e o impressionismo2. Em seguida, é influenciado pelo também francês Paul Cézanne (1839-1906), destacando a solidez dos volumes. Mas é nos anos 1940, que empreende ... verdadeiramente, a conquista da pintura ...3. Nas vistas de Teresópolis, procura, seguindo o preceito do artista francês Georges Rouault (1871-1958), partir da realidade para chegar à expressão pessoal4.Os comentadores concordam que busca dar cunho pessoal a sua arte5, arriscando-se ao abandonar o naturalismo e adotar formas de difícil recepção no Rio de Janeiro. Cavalleiro conta que é mais bem acolhido em São Paulo, ... mais avançada nas teorias modernas, que soube dar melhor aceitação à minha maneira de sentir e pintar ...6.Sua maneira de pesquisar e pensar a arte é importante para a renovação do gosto da época, especialmente do de seus alunos7. As práticas de caricaturista e ilustrador, assim como os estudos e cursos que ministra em artes decorativas, também merecem destaque como elementos de modernização. Nisso, segue seu mentor e sogro, Eliseu Visconti. Por isso, é natural encontramos ecos de Visconti8 em Cavalleiro quando este diz que a arte brasileira: ... não é pintar ou esculpir motivos nacionais ... é estilizar, tirar da natureza pátria elementos de composição para aos poucos formar uma arte própria
  • ALFREDO CESCHIATTI (Belo Horizonte, 1 de setembro de 1918 Rio de Janeiro, 25 de agosto de 1989) - Imponente escultura em bronze patinado representando dama deitada, apoiada sobre base de granito.  Mede 38 x 18 cm. Pesa aproximadamente 7 quilos.
  • THEODORE CHASSERIAU - (20 de setembro de 1819 - 8 de outubro de 1856) - Fabulosa obra em óleo sobre tela representando figura feminina, assinada no canto inferior direito. Artista de alta cotação no mercado europeu. Medida total 77 x 66 cm. Medida da obra 65 x 55 cm.
  • GENEVIEVE PAGE - Rara fotografia autografada de próprio punho pela  atriz francesa Geneviève Page, medindo 10 x 14,5 cm.
  • RUBEM VALENTIM (Salvador, 1922 - São Paulo, 1991) - Magnifica obra em acrílica sobre tela, entitulada "emblema" datada 1983 localizada Brasilia. Medidas 1.00 x 0,73 cm.
  • ORLANDO TERUZ (Rio de Janeiro RJ 1902 - idem 1984) - Elegante obra em óleo sobre tela, protegida por moldura de madeira escura e paspatur, assinada no canto inferior direito e verso datada 1972, localizada Rio de Janeiro. Medida total 60 x 47 cm. medida da obra 50 x 37cm.
  • PEDRO LUIZ CORREIA DE ARAUJO (Paris, França 1874 - Rio de Janeiro, RJ 1955) - Rara obra em óleo sobre placa representando "capoeira", protegida por moldura de madeira, assinada no canto inferior esquerdo. Medida total 40 x 33 cm. Medida da obra 33 x 24 cm.
  • IVAN SERPA - (Rio de Janeiro, 1923 - idem, 1973 ) - Elegante obra em óleo sobre tela, de estilo contemporaneo, protegida por moldura de madeira, dito baguete, assinada no verso, datada 14/07/68. Medida total 63 x 43 cm.
  • PAULO GAGARIN (1885: São Petesburgo, Rússia 1980: Rio de Janeiro, RJ ) Rara e elegante obra em óleo sobre tela protegida por moldura de madeira patinada, assinada no canto inferior direito pelo renomado artista russo que viveu no Rio de Janeiro, datada 1924. Medida total 42 x 36 cm. Medida da obra 30 x 22 cm.
  • RODOLFO AMOEDO  (Salvador 1857  Rio de Janeiro 1941) Rara obra em óleo sobre tela representando figura humana em leitura, protegida por elegante moldura de época em madeira com antiga douração. Assinada no canto inferior direito pr um dos artistas mais aclamados do periodo oitocentista. Medida total 70 x 60 cm. Medida da obra 55 x 45 cm.
  • FRANÇA - Antigo e raro relógio de mesa francês, dito carrilhão,  da manufatura MASCOTTE acondicionado em elegante caixa de madeira escura ricamente entalhada em volutas. Possui 3 furos, vidro côncavo original e numeros em algarismo romano. Funcionando mas necessita revisão. Mede 56 x 30 x 15 cm.
  • FRANÇA - Graciosa luminária francesa ao estilo art nouveau com bojo em pasta de vidro e penduricalhos. Mede 35 cm de altura. Temos outra neste mesmo leilão para formar par, opcional.
  • YVONNE VISCONTI CAVALLEIRO (1901-1965) - Fabulosa e rara obra em óleo sobre tela representando "marinha", paisagem do Rio, protegida por moldura de madeira patinada de ouro velho, assinada no canto inferior direito pela renomada artista brasileira Yvonne Visconti. Medida total 58 x 50 cm. Medida da obra 46 x 39 cm.

224 Itens encontrados

Página: